[Resenha] Sangue na neve - Lisa Gardner

17 de jul de 2013
Sangue na neve - Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631998
Ano: 2013
Páginas: 416
Classificação: 
Página do livro no Skoob

A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? 
Resenha: 
Surpreendente. Lisa Gardner me prendeu mais uma vez, não larguei até terminar o livro. Sabe aquela leitura que te deixa eufórico?

O crime da vez envolve uma policial do estado, Tessa Leoni, acusada de matar seu marido, Brian Darby, com três disparos na cozinha de casa. Ao que tudo indica, Tessa era vítima de violência doméstica frequente e o crime foi em legítima defesa. Porém, a filha do casal de apenas seis anos, Sophie, está desaparecida. Quando as evidências começam a ser coletadas, peças que não se encaixam surgem e o passado é revirado, fica claro que o que houve vai além do que se sabe até o momento. Tessa Leoni, meus queridos, é uma personagem para se aplaudir de pé. Uma mulher sem limites. As reviravoltas do enredo são surpreendentes. Quem você ama? Até que ponto você está disposto a sujar as mãos? Até onde você iria? Perguntas clichês de romances clichês mas nesse livro tudo ganha um sentido mais urgente, mais perigoso. Sangue na neve. Não é a primeira vez que Tessa matou alguém por legítima defesa, Brian escondia segredos trabalhando como marinheiro mercante ele passava metade do ano fora, o quanto se pode afundar em seus próprios vícios?, Sophie está desaparecida a dias, está nevando lá fora... Nem todos os policiais estão dentro da lei, a ganância corrompe as pessoas, culpar os outros pelos próprios erros parece uma solução mais plausível. Quem está um passo a frente sempre terá vantagem...

A grande mudança em relação ao livro anterior publicado pela Novo Conceito (Viva para Contar) está na gravidez da investigadora linha dura D.D. Warren. Em Sangue na neve ela está namorando Alex, enquanto trabalha com seu ex Bobby Dodge, sim, isso é importante citar pois confunde um pouco a nossa investigadora. Até as últimas páginas ela terá que lidar com os sintomas típicos da gestação e isso foi até engraçado, mesmo mais frágil a detetive se manteve firme e forte. D.D. não confia em ninguém, não acredita em nada, tudo é questionável. Isso pode irritar alguns leitores, me irritou em alguns momentos. Outra questão que embala os pensamentos de D.D. e a impulsiona para solucionar o caso de uma vez é: uma policial pode conciliar o trabalho com a criação de um filho? Tessa Leoni  é bem mais do que demonstra ser. Poderia alguém ser tão fria e cruel assim? E se D.D. falhasse também? O que ela está escondendo? Por que? O que havia acontecido naquela cozinha, naquela casa, naquele lar?

"Tudo que quero de Natal são meus dois dentes da frente, meus dois dentes da frente, meus dois dentes da frente."

Vocês não imaginam o quanto vibrei, torci, fiquei pasmo e até chorei. Os capítulos são intercalados entre o andamento das investigações com D.D., e as narrações de Tessa Leoni, relembrando seu passado e os atuais passos. Até a última página revelações serão feitas em um desfecho surpreendente. Ao que parece uma mulher é realmente capaz de tudo para defender aquilo que ama. Leitura obrigatória, simples assim.

12 comentários:

  1. Nossa fiquei quase sem fôlego com esta sua resenha!!
    Surpreendente os acontecimentos do livro, com certeza um livro pra ser "devorado". Acho demais este tipo de livro...
    Fiquei bem curiosa para saber o desenrolar ha historia.

    ResponderExcluir
  2. Adorei, parece ser bem legal, nunca li nada com detetives...sei lá nunca chamou a minha atenção, mas estou pronta pra experimentar ^^

    ResponderExcluir
  3. só parece ou é um romance policial meio diferente dos que estamos acostumados, tipo agatha christie? curti!

    ResponderExcluir
  4. Livros criminais me atraem *-*
    Depois da Patricia Corwell, não paro mais de gostar dos romances policiais :D.

    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do gênero e eu comprei esse livro porque me apaixonei pela sinopse!
    Muitas resenhas foram positivas e isso me deixou muito feliz e não me fez se arrepender da comprar!!

    *-*
    otima resenha, fiquei mais curiosa ainda!!

    beijos
    soueupri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Meus colegas já falaram desse livro ai fiquei bastante curioso :3

    ResponderExcluir
  7. Achei esse livro bastante interessante. O nome em si mesmo já me passa uma curiosidade. Nossa, mas já é o 5º livro. Será que necessito ler em sequencia exata? Ah, quero ler principalmente por ter gostado da personagem principal. Estou começando a gostar desses livros, parecer ter um misterio bacana, um suspense que corroer-me rs. Adorei, quero ler, até pq vi muitos gostando, como vc. !!

    ResponderExcluir
  8. Já sabia, mesmo antes de ler sua resenha, que esse livro entraria para minha lista quilométrica de desejados...
    Sou louca por livro de mistério e esse me alucinou... Pelo que vi por aí, essa série pode ler em qualquer ordem, ou tô falando besteira? Tipo a série Myron Bolitar do Harlan Coben...

    ResponderExcluir
  9. Um suspense bom de ler. . . Parece que a autora sabe trabalhar bem o gênero e prender a atenção do seu leitor. Irei ler.

    ResponderExcluir
  10. Livros de suspense me encantam *-*

    ResponderExcluir
  11. Li Viva para contar recentemente e estou doida pra ler mais da autora. Muito bom esse livro novo.

    ResponderExcluir
  12. NÃOOOOOOOOOOOOOOO, PARA! EU NECESSITO

    ResponderExcluir

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS ANTIGAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS