[Resenha] Simplesmente Ana - Marina Carvalho

4 de ago de 2013
Simplesmente Ana - Marina Carvalho
Editora: Novas Páginas
ISBN: 9788581631554
Ano: 2013
Páginas: 304
Classificação: 
Página do livro no Skoob

Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. 
Resenha: 
Simplesmente Ana acabou sendo o primeiro livro que abandonei esse ano. E não desisti fácil, li 170 páginas, mais da metade. E como dediquei tempo a leitura, resolvi fazer essa resenha explicando meus motivos, afinal, é só dar uma busca na blogosfera pra perceber que o livro agradou a muitos. Mas por que não a mim? Romance não é meu gênero preferido, não é o primeiro que me vem na cabeça quando penso em iniciar uma nova leitura, por isso quando me arrisco em algo nesse estilo procuro algo que se diferencie entre tantos títulos. Adoro chic-lit, todos que li até hoje abusam de clichês mas conseguem ser originais em algum ponto, são divertidos e leves.  Leio romances, tenho certa experiência nesse estilo literário e Simplesmente Ana acumulou muita coisa que não gosto em um enredo.

Só pra pode situar vocês, vou explicar rápido o enredo: Ana descobre que tem um pai através do Facebook,  sua mãe mentiu todos esses anos. O diferencial é que Andrey  é rei da Krósvia e Ana viaja para passar um tempo com o pai e ser coroada princesa oficialmente. Ela começa a se envolver com seu meio irmão Alex, que namora. No início eles se detestam e trocam farpas o tempo todo, com o tempo isso vai sendo moldado. 

Ana tem vinte anos e pensa, fala e se comporta como alguém de treze anos. Isso me irritou bastante, não a achei cativante. Seus pensamentos são tão soltos que chegam a ser incoerentes com suas atitudes. A falta de algum ponto forte em sua personalidade ajudou a leitura a se tornar enfadonha, alguns momentos onde Ana conversava pelo MSN também foram desagradáveis, não curto isso em livros, fica até feio nas páginas. Estou muito exigente? Ana cultiva desde o início o mau hábito de chamar a namorada de Alex de “Nome de Cachorro”, mesmo antes de ter certeza se sente algo pelo rapaz. A autora usou e abusou de referências atuais citando de  Lady Gaga a Luan Santana, isso foi até legal, apesar de ter minhas dúvidas. O lado positivo de tudo está em alguns personagens que foram de fato cativantes, estereótipos comuns mas que funcionaram bem. Apesar de Ana afirmar de todas as formas possíveis em como Alex é um homem perfeito, deus grego, sonho de consumo , etc, ele é capaz de demonstrar isso sozinho, ele ganha pontos por ser original e ter personalidade demais, talvez compensando a falta na nossa protagonista? 


Abandonei pela falta de dinamismo no enredo, simplesmente não possui emoção. Até o momento onde Ana descobre que sua mãe mentira durante toda a vida, ela reage de forma inesperadamente fria. Esse momento poderia ter uma carga emocional maior, afinal, é o centro da estória toda. Ana descobrindo ser uma princesa, poxa! A estória simplesmente vai, vai, vai, vai e não me proporcionou nenhuma  dúvida ou questionamento. Quando desisti, fui nas páginas finais e vi a confirmação, o livro acaba da forma que imaginei. Previsível. A autora escreve bem, tem um vocabulário simples, não me importo com isso, o problema está na estória contada que tinha tudo pra crescer com o passar das páginas mas acaba sendo morna. Espero outros livros da Marina pra formar opinião mais ampla. Espero não abandonar outra vez. Odeio fazer isso. E só reforçando a ideia mais óbvia de todas: você pode amar esse livro, certo? Dê uma chance e depois venha me contar como foi sua experiência.

25 comentários:

  1. Salve, salve, amg!

    Bom, primeiramente preciso dizer que a sua resenha foi reveladora, incrível e muito interessante! Estou muito afim de ler o livro ainda mais sabendo agora a sua opinião. Você já me indicou vários livros e muitas vezes teve sucesso nas suas indicações, espero ler "Simplesmente Ana" e tirar as minhas próprias conclusões. Uma coisa que sem dúvida vai me irritar no livro é a citação de Lady Gaga e Luan Santana, SOS.

    Um abraço, http://umleitoramais.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, Leo :]]

      Obrigado amg, sim, sim, leia que quero saber o que achou. É, mas ela cita Jota Quest e Bon Jovi também, ainda não sei se curti isso ou não.

      Abração!

      Excluir
  2. Oi Felipe!

    Bem, romance também não é o meu gênero literário favorito. São raros aquele que me agradam e Simplesmente Ana foi um. Não sei muito bem como isso aconteceu, aliás, quem escreveu foi minha professora. rsrs. Mas achei a história
    legalzinha e gostei do modo como Marina se expressou. Concordo que algumas citações chegam a ser um pouco desnecessárias, mas tá valendo. A minha leitura foi rápida, e mesmo com as críticas feitas pelos leitores que julgaram o livro como cópia/plágio, pelo fato de se parecer com O Diário de uma Princesa (que aliás nunca li), Simplesmente Ana me agradou e estou animado para ler o segundo que vem por aí.

    Abraços
    Tales http://www.blogrecapitulando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, Tales!

      A Marina é sua professora? HAHA Que máximo! Nunca li Diário de uma princesa mas duvido que ela tenha plagiado algo, a galera é meio louca, rs. Verdade tem continuação... Aguardemos :]

      Abração!

      Excluir
  3. Ainda bem que nao me interessei mtto por esse livro rs.
    Pq, não importa a classificação onde ele fique, eu sempre vou querer ler p ter a minha opinião, mais esse não me chamou lá a atenção nao (:

    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Sinceramente, eu gostei muito desse livro!
    Ao ler sua resenha, pude perceber que mesmo você esclarecendo que já leu outros livros do gênero e gostou de alguns, acredito que para se sentir envolvido com a história que a Marina criou, é imprescindível curtir realmente romances. Eu gostei muito da Ana e não a achei imatura (apesar de que me irritei MUITO com ela no fim do livro).
    É realmente triste que alguns elementos presentes na construção da história tenham te incomodado muito a ponto de abandonar a leitura. Sobre ser clichê e previsível, nada disso me incomoda. Todo romance é e eu sempre espero o tal Happy End. rs
    Enfim, gostei de saber sua opinião e da sua sinceridade ao expô-la clara e concisamente.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!

      Pode ter sido isso, talvez se eu gostasse mais do gênero a estória da Marina tivesse me ganhado mesmo.

      Obrigado pelo comentário, rs. Abraaaço!

      Excluir
  5. Ai que medo de ler este livro agora! Bom vou deixá-lo mais pra depois, tipo bem depois.
    Pode ser que eu goste, mas não agora. Estou numa fase mais dark side esses dias, então vou deixar essa lua mudar!!
    Adorei a resenha!! Sinceridade total!!

    Bjkasssssss

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bom saber sobre esse livro verdadeiramente. Tava com receio exatamente de achar sobre o que vc abordou.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li o livro, mas tenho muito curiosidade para lê-lo. Achei a história bem leve e agradável (lembra O diário de uma princesa) e acho que leria Simplesmente Ana depois de ler um distopia ou alguma leitura mais pesada.
    Adorei a capa!

    ResponderExcluir
  8. Adoro romance, mas agora fiquei com uma pulga atras da orelha. rs mas pretendo ler mesmo assim, vai que eu gosto, dizem pra não julgar o livro pela capa, mas quase sempre olho as capas antes, e essa ficou muito linda. Direi o que achei do livro logo logo. :*

    ResponderExcluir
  9. Vi que você abandonou o livro por isso vim ler a resenha, bom acho que agora entendo...sei lá algumas personagens agem de modo que não condiz com a realidade...uma garota de 20 agindo como se tivesse13? não, muito abrigada eu passo
    Bom acho que o fato de tantos terem gostado tem a ver com os clichês, tem gente que gosta, fazer o que, né

    ResponderExcluir
  10. Confesso que esperava muito desse livro, mas pelo que você postou em relação ao livro, tenho de admitir que me surpreendi. É claro que cada um tem uma visão do que está lendo, e eu sou apaixonada por romances. Enfim, agora só lendo o livro pra saber se irei gostar ou não.

    ResponderExcluir
  11. Confesso, esperei muito mais do livro. Mas de qualquer forma, sou do tipo "ver para crer", vou iniciar a leitura. Apesar de que diversos pontos citados aqui estão em pleno acordo com o que não gosto em um livro, mas... vamos arriscar.

    ResponderExcluir
  12. Esse livro acho n deve ser bom, não curti muito a sinopse e nem a capa.

    ResponderExcluir
  13. Não achei legal, mais minha namorada quem gosta mais de ler, comecei a ler agora, to lendo Harry e to gostando muito, mais espero que futuramente eu consiga ler de tudo.
    Abç.

    ResponderExcluir
  14. realmente, o inicio da história parece ser legal, mas parece que no fim acaba a magia do inicio, mas arriscaria ler..

    Nome: Anne Carolyne da Cunha Guimarães
    Email: carolyne.94@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Achei o livro tão fofo. Mesmo tendo um monte de clichês acabei gostando por isso, acho que vale a pena dar uma chance. Mas opinião é opinião né, agrada uns e outros não. Espero gostar...

    ResponderExcluir
  16. Livro realmente delicioso de ser ler, daqueles de vc não conseguir largar enquanto não termina. E essa tal de Krósvia, hein? Que vontade de ir lá e assistir o show do Bon Jovi junto com a Ana. Romance leve, gostoso, que dá vontade de estar no lugar da protagonista.

    Parabéns pela resenha e pelo blog!

    adriana medeiros

    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Esse livro não me chamou atenção!

    ResponderExcluir
  18. Já li esse livro em pdf, simplesmente AMEI, gostaria de ler de novo, só que o livro mesmo, é mais legal, folheá-lo, sentir o cheiro das folhas rsrsrs.
    Ótima dica!!

    ResponderExcluir
  19. recebi esse livro de uma promoção e minha querida amiga pediu que a Marina autografasse para mim na bienal! eu comecei a lê-lo hoje e já estou viciada, a leitura é bem rapida e divertida se deixar acabo com ele hoje mesmo auhsauhsuahs

    ResponderExcluir
  20. No momento, estou na "vibe" de ler livros brasileiros. Simplesmente ana está na minha lista, vejo muitos comentários positivos sobre o livro. e eu também achei o enredo bem legal. Espero gostar da estória.

    ResponderExcluir
  21. Felipe, obrigado por me salvar..Sério já tinha lido várias sinopses do livro, e estava tentada a dar uma chance pra ele, mas percebi que estava certa em esperar..Logo no incio achei a história muito parecida com outros livros que li, achei muito simplesinho...

    ResponderExcluir

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS LIDAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS