[Resenha] A Guerra dos Fae - Elle Casey

25 de jan de 2014
A Guerra dos Fae - Elle Casey
Editora: Geração Editorial
ISBN: 9788581301709
Ano: 2013
Páginas: 288
Classificação: 
Página do livro no Skoob
Jayne Sparks, rebelde e língua afiada de dezessete anos e seu melhor amigo, tímido e estudioso Tony Green tem uma existência muito típica de escola secundária, até que vários incidentes aparentemente não relacionados convergem, causando uma cascata de eventos que mudam suas vidas para sempre. Jayne e Tony, junto com um grupo de adolescentes em fuga, são sequestrados e enviados para uma floresta, onde nada e ninguém são o que parecem. Quem sairá triunfante? E o que eles serão quando o fizerem?
Resenha:
A mãe de Jayne Sparks já não lhe dá mais atenção e, por simplesmente não se importar, não enxerga os abusos que seu namorado infringe à filha. Tão pouco percebe quando a garota foge de casa com o melhor amigo, Tony Green, para Miami com 20 dólares e uma esperança infinita e irresponsável de que sua vida melhore consideravelmente. Sem abrigo, comida e condições de se manterem por muito tempo sozinhos, os dois aceitam o convite do desconhecido Jared e passam a viver em um abrigo com um grupo de adolescentes que descobrirão ter mais coisas em comum do que o simples fato de estarem fugindo de algum lado sombrio de suas vidas.

Jayne é aquele tipo de personagem que agente adoraria ser amigo para poder brigar e discutir com a certeza de que no final haveria uma reconciliação amigável. A única coisa que me irritou um pouco foi o linguajar sujo que ela mantém, em alguns momentos é divertido mas em outros é desnecessário. Sou contra o uso de palavrões para demonstrar que um personagem é rebelde ou desajustado. Tony é um verdadeiro nerd e cativa logo de início. O relacionamento dos dois é bem estranho no início, por terem personalidades totalmente opostas existe uma forçação de barra nas primeiras aproximações, no decorrer do livro a amizade se torna algo mais natural e fluído. Tony é o responsável por manter Jayne no controle e felizmente, ao menos nesse primeiro volume da série, ambos não formam um par romântico. Algo que super aprovo pois outros personagens da trama são mais interessantes e dignos de uns amassos, já tenho torcidas definidas.

Ao se depararem com uma oportunidade de ganhar dinheiro passando por testes físicos, toda a turma de jovens do galpão aceita o desafio e acabam sendo sequestrados. O líder Jared, o tímido Chase, o encantador Spike, a sorridente Becky e o sério Finn, serão a companhia de Jayne e Tony em um espécie de desafio onde a única regra é que não há regras. Eles estão em uma floresta e devem completar uma prova, haverá obstáculos no caminho que tentarão impossibilitá-los de alcançar o tal objetivo. As leis de uma sociedade normal não se aplicam nesse lugar. Matar é permitido. A meta é sobreviver. O que acontece na floresta fica na floresta.

Como é de se esperar a floresta está repleta de perigos e situações fantásticas. Vampiros, anões assassinos, gnomos, lobisomens, bruxas, ninfas da água, feitiços e encantamentos, sangue. Tony de uma hora para outra desenvolveu a habilidade de ler o pensamento de Jayne, esse dom rende momentos engraçados na estória e reforça o laço de amizade que os une. Jayne é a protagonista e dona da cereja do bolo do enredo, ela consegue se comunicar com as árvores, uma capacidade que é desperta na floresta diante os perigos e será uma regalia para sair viva dali. As narrações são detalhadas e mágicas. Quando um dos integrantes do grupo aparenta saber mais do que os outros a desconfiança se instala, a tensão é comum e completar a prova sã e salvos é a única forma de estarem livres novamente.

O título do livro era um ponto que me despertava bastante curiosidade, imaginei várias explicações para "Crianças trocadas" e "A Guerra dos Fae", a explicação vem nos últimos capítulos da estória, fiquei surpreso pois não me passou nada do gênero pela cabeça. Vejo vários ganchos a serem interligados na sequência da série e acredito que vá crescer bastante em termos de maturidade. O início se arrasta um pouco mas não chega a ser sufocante.

Nenhum agravante impedirá Jayne de se ver dividida e apaixonada. Até a última página alguém descobrirá que a floresta é o seu verdadeiro lugar...

12 comentários:

  1. Meio que já estou de olho nesse livro desde que a editora anunciou o lançamento, e também li em outros resenhas sobre o linguajar sujo da protagonista. Sabe, dependendo da história, palavrões passam despercebidos, mas caso seja forçado, como você mesmo disse, não sei se é uma boa ideia do autor tornar o personagem assim. Bem, fiquei muito interessado no livro, principalmente no que é "Fae". Acho que vou pedir em breve o exemplar para a editora :D

    Abraços,
    - pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente a Jayne amadureça nos próximos. Mas vale a pena, Joshua! :]

      Excluir
  2. gostei da capa do livro e confesso '-' eu não conhecia ele.
    a sinopse em si não me chamou a atenção, porém a resenha foi mais animadora na medida do possivel ^^

    ResponderExcluir
  3. Já conhecia esse livro. Tenho certo interesse em lê-lo, sim, mas com certeza não será uma das minhas próximas leituras, apesar de sentir essa capa me chamando rs' : )
    Ótima resenha, Felipe, pra variar :p

    ResponderExcluir
  4. Ain Felipe faz um sorteio desse livro? Por favor !!!
    Eu li a sinopse e só pelo nome do livro já me alegrou,rs!
    Bjss...

    ResponderExcluir
  5. Essa capa é maravilhosa, Felipe! Adorei sua resenha, acho que a série deve amadurecer mesmo, é o esperado. Fiquei curioso, vou procurá-lo :]

    ResponderExcluir
  6. Assumo que o livro não me atraiu de cara. Nem a sinopse, nem a capa, pra falar a verdade.
    Mas, após ler a resenha, fiquei com vontade de ler. O que você falou sobre a explicação do título me deixou curiosíssima... Acho que vou procurar o livro para ler.

    Um abraço,
    Dayenne Vieira.

    http://um-momentoasos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Apesar de gostar de história sobre fadas..Li um que me desencantou e agora fico sempre na dúvida de ler um livro sobre eles.. Mas sua resenha me deu a esperança de tentar mais uma vez..

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia este livro ainda! Mas gostei da sua resenha. Fiquei com vontade de ler também! Valeeeeu!

    ResponderExcluir
  9. Sei que muitas vezes é errado, mas sou do tipo que julga o livro pela capa, mas nesse caso, posso dizer que a capa é perfeita. Não tinha entendido muito bem o enredo do livro, mas pela sua resenha deu para entender perfeitamente do que se trata o livro.

    ResponderExcluir
  10. Fantasia não é meu gênero favorito, mas ano passado me aventurei com "A Crônicas de Aedyn" (que por sinal eu recomendo) e acho que "A guerra dos Fae" merece uma chance também depois dessa resenha. Achei a premissa um pouco fraquinha, tenho que admitir, mas acho que uma boa escrita pode mudar o rumo de qualquer história por mais batida que ela seja.

    ResponderExcluir
  11. Capa muito legal e a história parece seguir o ritmo...não conhecia essa editora até pouco tempo e parece que ela acertou em trazer esse livro ao Brasil, esse gênero é um dos meus favoritos e sua resenha vez crescer uma vontade em arriscar a leitura. Ponto triste pra mim é que, aparentemente, o livro é uma série...certo?

    ResponderExcluir

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS LIDAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS