[Resenha] Estudo Independente - Joelle Charbonneau

25 de ago de 2014
Estudo Independente - Joelle Charbonneau
Editora: Única
ISBN: 9788567028347
Ano: 2014
Páginas: 320
Classificação: 
Página do livro no Skoob / Compre!

Cia Vale tem dezessete anos e tem tudo o que sempre sonhou: um amor perfeito, um lugar na universidade e um futuro como uma das líderes da Comunidade das Nações Unificadas. No entanto, apesar de todos os esforços do governo para apagar a memória de Cia, ela ainda lembra o que aconteceu. Ela precisa escolher entre ficar em silêncio e proteger a si mesmae as pessoas que ama ou expor o Teste e o que ele na verdade é, um programa assassino que deve ser impedido. O futuro da Comunidade depende dela.
Resenha:
Os acontecimentos que encerraram o livro anterior deixaram pontas soltas responsáveis por criar uma expectativa gigante depositada em sua continuação. Admito que não caí de amores pela obra e muito menos odiei. Pelo contrário enxerguei um potencial enorme na escrita de Charbonneau e me sinto extremamente dividido ao escrever essa resenha. É recomendável que você leia a resenha de O Teste para situar-se melhor nos próximos parágrafos.

Nossa protagonista Cia é tão inteligente e perspicaz em suas ações que os momentos repetitivos que a trama apresenta se tornam menos cansativos para o leitor. O meu grande dilema é: o que eu imagino que "poderia ter sido diferente e não foi?", a escrita da Joelle é fluída, bem estruturada e sem furos. O próprio enrendo é que me incomoda um pouco, situações que aconteceram no primeiro livro tornam a acontecer novamente e provavelmente aconteçam no desfecho também. O centro de toda a distopia está na universidade e seus testes, na busca por líderes que governem o país de modo que a Comunidade das Nações Unidas obtenha resultados satisfatórios para todas as colônias e seus cidadãos. Tive a sensação de estar lendo mais do mesmo em diversas provas que Cia e outros alunos precisam passar. Felizmente alguns desses testes conseguem ser surpreendentes a ponto de reacender o ânimo da leitura. 

Um teste determinante para o futuro dos alunos definirá áreas de estudo específicas para cada um, Cia deseja ser aprovada em Engenharia Mecânica mas acaba sendo destinada para Governo. As lágrimas de decepção devem ser engolidas para dar lugar a sorrisos falsos de alegria. Todos estão sendo observados de perto e Cia não pode levantar mais suspeitas que as habituais. As gravações contidas no Comunicador são dolorosas demais para Cia aceitar como verdades, como parte de um passado que vem em flashes incompletos. Como acreditar que jovens são mortos por darem respostas erradas? Que a vida não tem valor e é ceifada sem o menor remorso pelo bem maior das Comunidades Unidas?

Os alunos que fracassam são redirecionados. São mortos. A partir do momento que Cia passa a recobrar suas memórias do primeiro teste, ela transforma-se em um fracasso para o Doutor Barnes. Cia não pode fugir. Sua família correria riscos assim como toda a população. Ela precisa ficar e lutar. Por si mesma, pela família e por sua colônia. Encontrar um meio de sobreviver sem ser notada enquanto descobre mais da situação em que se encontra. E adivinhem? Ela trabalhará diretamente com a presidente... jogos de poder deixam tudo mais complicado. Arriscado e mortal.

Membros do corpo estudantil e os privilegiados pelo governo compartilham de algo em comum: o medo. Acidentes que ocorrerem durante provas serão facilmente vistos como consequências naturais da aprendizagem. O romance está mais uma vez posto em segundo plano, as dúvidas de Cia em relação a Tomas estão relacionadas ao teste passado, o que houve com Zandri? A confiança será a única solução em incontáveis situações, Michael, o representante que acompanhou Cia e os candidatos a Tosu City será uma aliado importante. Assim como no livro anterior os estudantes novos que surgem e os que sobrevivem, carregam boa parte da graça do enrendo, as personalidades divergentes e complicadas geram problemas e situações interessantes. Todo o enrendo caminha para uma rebelião, há forças e facções dispostas a irem a luta. Há pessoas que acreditam que o dever dos líderes é reparar os danos da guerra mas nenhuma delas se poupará de ir a luta para garantir uma sociedade mais justa.

Acredito que o desfecho da trilogia deva vir recheado de revelações e explicações faltantes, a Joelle tem tudo para finalizar sua obra em um ritmo frenético. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

TERROR

Jantar Secreto - Raphael Montes
Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de...
Jogos Macabros - R. L. Stine
Conhecido mundialmente por seus livros de terror e suspense, com centenas de milhões de exemplares vendidos, R. L. Stine desponta no cenário da ficção juvenil pela genialidade na criação de enredos sinistros...
Psicose - Robert Bloch
O clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964...
Nosferatu - Joe Hill
Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...
O Vale dos Mortos - Rodrigo De Oliveira
Com passagens por Brasília, Estados Unidos, China e França, O Vale dos Mortos baseia-se na profecia de que um planeta intruso ao sistema solar, ao raspar por nossa...

FANTASIA/ POLICIAL

LEIA MAIS

ESPECIAIS ♥

Juntando os Pedaços - Jennifer Niven
Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar...
O Livro de Memórias - Lara Avery
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível.E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença...
Simon vs. a agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da...
Quando finalmente voltará a ser como nunca foi - Joachim Meyerhoff
Isso é normal? Crescer entre centenas de pessoas com deficiência física e mental, como o filho mais novo do diretor de um hospital...
Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson
Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia...

POLICIAL

LEIA MAIS