[Resenha] - Harry Potter e a Câmara Secreta - J.K. Rowling

28 de jan de 2013
Harry Potter e a Câmara Secreta - J.K. Rowling 
Editora: Rocco
ISBN: 9788532527851
Ano: 2012
Páginas: 252
Página do livro no Skoob
Classificação: 

Muitas histórias contribuem para que o leitor se encante com Harry Potter e a Câmara Secreta, onde ele vai reencontrar todos os pequenos heróis e amigos do livro anterior. Mas isto não será para sempre. J. K. Rowling, a autora da saga de Harry Potter, já avisou que até o sétimo livro da série, que promete ser o último, alguns personagens do bem vão morrer. A trama de Harry Potter e a Câmara Secreta começa com o pequeno feiticeiro passando as férias na casa de seus tios trouxas (não-bruxos) e sendo, como sempre, muito maltratado. Seu aniversário de 12 anos é o pior de todos: ninguém o cumprimenta, não ganha nenhum presente, nada. O garoto, órfão de pai e mãe, chega a cantar Parabéns pra você baixinho como se quisesse, ele próprio, provar que está vivo. Para piorar, os tios o prendem num quarto cercado de grades com direito a apenas uma refeição por dia - que ele divide com sua coruja, igualmente encarcerada numa gaiola. De repente, aparece um carro voador com amigos feiticeiros que livram Harry Potter dessa amargura. Essa é apenas a primeira cena em que Joanne brinca com situações-limite. Todo o livro é permeado de quase-desgraças e é, por isso mesmo, quase impossível parar de ler. A empreitada, dessa vez, consiste em localizar uma câmara secreta e liquidar o monstro que está atacando estudantes do colégio Hogwarts, no qual os pequenos feiticeiros estudam magia e se divertem aprendendo, por exemplo, a transformar as plantas usando adubo de dragão.Para Harry, garoto sem família e rejeitado pelos tios, Hogwarts é tudo. Portanto, quando colegas, e até professores, começam a desconfiar que ele tem alguma participação nas tragédias que estão acontecendo no colégio, a situação fica mais complicada. Até Hermione, amiga querida de Potter, é atacada pelo monstro e se transforma numa estátua. Só resta ao nosso herói tentar resolver o mistério por conta própria. Mais uma vez, ele enfrenta o terrível bruxo das trevas e... o final é surpreendente e muito divertido.
Resenha:
Tentarei ao máximo não soltar tantos spoilers mas creio que serão necessários alguns. Esse é o segundo livro da saga e, se já achava os Dursley trouxas da pior espécie no primeiro livro, nesse então desejei ter poderes mágicos e explodir a casa deles na Rua dos Alfeneiros. Harry continua sendo tratado da pior maneira possível, isolado de tudo e sendo escravizado pelos tios, que continuam o achando uma aberração. No seu aniversário de 12 anos, ninguém se quer lembrara da data, nem mesmo Rony e Hermione, não recebera nenhuma carta durante toda as férias. Sua única vantagem é: os Dursley não saberem que ele não tem permissão para realizar feitiços fora da escola de magia e bruxaria e com isso, Potter garante alguns momentos de diversão ameaçando Duda com feitiços imaginários. Mas isso não dura muito tempo, Dobby, um elfo doméstico aparece determinado a convencer Harry, por bem ou por mal, a não ir a Hogwarts esse ano, afirmando que ele correrá o risco de perigos mortais, algo ruim acontecerá na escola e Dobby está disposto a proteger Potter a todo custo. Se depender de Válter e Petúnia, Harry não sairia do seu quarto jamais, e muito menos para estudar magia.

Dobby me irritou durante todo o livro, tudo que acontece de errado tem um dedo mágico do Dobby envolvido, mas posso afirmar que no desfecho desse volume tudo é explicado e da forma mais perfeita possível, Dobby me ganhou! Harry e Rony já começam o ano letivo infringindo diversas regras quando chegam a escola em um carro voador enfeitiçado, onde quase morrem ao se chocar com o Salgueiro Lutador. Eles acabam chamando a tenção da comunidade trouxa, o que gera muitos boatos e claro, Minerva McGonagall e Dumbledore não gostam nem um pouco disso,Snape então, está decidido a expulsa-los. Apartir daí é confusão e gritaria durante todo o enredo. Tudo se inicia com uma pichação na parede "A CÂMARA SECRETA FOI ABERTA. INIMIGOS DO HERDEIRO, CUIDADO" e a gata do zelador Flich, Madame Nor-r-r-a, petrificada. Claro, Hermione, Rony e Harry vão em busca de pistas que expliquem o que é essa tal Câmara e o que anda acontecendo com os alunos meio-sangue ( meio trouxa, meio bruxo) que também  estão sendo transformados em pedra. Segundo lendas na Câmara habita um monstro responsável por toda essa algazarra e pânico em Hogwarts, ela já fora aberta muitos anos atrás mas apenas um legítimo herdeiro da Sonserina seria capaz de abri-la novamente, adivinhem? Harry se torna suspeito, eu também acharia suspeito. Potter tem o dom de se comunicar com as cobras, característica do fundador da Sonserina. Tudo fica mais estranho quando Harry começa a ouvir vozes que só ele é capaz de escutar, vozes estranhas com sede de sangue, "...matar...hora de matar...".

Não posso deixar de comentar a respeito do novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, Gilderoy Lackhart. Nunca senti tanto ódio e desprezo, se é que esses sentimentos podem existir ao mesmo tempo, por um personagem. Imaginem um professor que não sabe absolutamente nada de nada e suas aulas são baseadas em seus mil e um livros publicados, contando muitas lorotas do estilo "como derrotei um lobisomem com um bule de chá". Minhas suspeitas de que ele fosse um verdeiro "banana" se confirmaram ao final do livro. Ai como é bom estar certo sobre os personagens.

A Murta que geme, é um dos meus personagens prediletos e nos capítulos finais ficamos sabendo mais sobre sua história, que vai além de um terrível bullying seguido de morte, achei legal demais. Arthur Weasley, como todos os Weasley é divertidíssimo, definitivamente amo essa família. Colin Creevey e sua máquina fotográfica seguido de sua obsessão por Harry Potter poderiam realmente criar um fã clube com a ajuda de Gina. Nesse livro vamos conhecer a estória da fundação de Hogwarts pelos quatro bruxos e bruxas mais famosos da época, no caso a mil anos atrás, Godrico Gryffindor, Helga Hufflepuff, Rowena Ravenclaw e Salazar Slytherin. Os torneios de Quadribol estão bem presentes e cada vez mais emocionantes com balaços enfeitiçados. Poções Pollisuco, Diabretes, Mandágoras e Aranhas gigantes deixam tudo mais interessante.

Entre tantas revelações e segredos, ficar sabendo da estória de Voldemort foi o que mais me deixou chocado, preciso dizer que Harry vai ter um encontro nada agradável com o Lorde das Trevas novamente?

É PERFEIÇÃO DEMAIS.

24 comentários:

  1. esse é um dos que eu mais gosto até agora
    :) adorei sua resenha

    ResponderExcluir
  2. Na época em que li, há muitos e muitos anos, eu tinha preferido este ao pedra filosofal.
    Depois como tempo a J.K dificultou essa escolha pois um foi ficando melhor que o outro.
    Mas ele é cheio de ação, então é bem legal.
    Adoro quando alguém que ainda não tinha lido HP lê e adora... contraria o que a maioria diz quando fala que ela é uma autora que se aproveitou de momentos de fraqueza da literatura para fazer sucesso....
    Definitivamente J.K é um fenômeno justificado!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Acho que os livros possuem detalhes preciosos que não estão tão presentes nos filmes, o que torna a história mais interessante né?

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a ficar com vontade de ler os livros... Só vi alguns dos filmes, ainda quero ver todos.

    ResponderExcluir
  5. Parece que cada livro vai ficando melhor, vou ter q ler os livros, e depois ver os filmes, ou o contrario, não sei.

    ResponderExcluir
  6. Se me lembro esse foi o único filme dele que mais vi. E nem vi tudo :s
    Então lembrei bastante agora vedo a resenha. Bacana.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto das revelações do passado de Lord Voldemort e tb simpatizo muito com a Murta, fiquei curiosa a respeito destas revelações sobre ela que vc mencionou :)

    ResponderExcluir
  8. Esse foi o primeiro "filme" que vi no cinema, DA MINHA VIDA TODA, não apenas o da saga. Nem preciso dizer que foi amor a primeira vista né? Gente, que é esse livro? Gente, pfvr.. A murta é uma diva (principalmente no livro), Mione me beija <3 E que bacana a historia do lord. Perfeição.

    ResponderExcluir
  9. Só tenho uma palavra para descrever esse livro FANTÁSTICO. Realmente! A história foi tão bem bolada, eu nunca imaginaria que a pessoa era a Gina. kkkkkkkkkkkkkk! Demorei séculos para desconfiar.

    ResponderExcluir
  10. Entre os livros e filmes esse é o que menos gosto, não sei nem dizer exatamente pq, ele me irrita um pouco sei lá rs!

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  11. Confesso, esse não é um dos meus preferidos, mas tem o espaço dele na minha vida.
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  12. O segundo volume da série não conseguiu me encantar, talvez por ser meio tenso e sombrio (comparado com o primeiro). Porém assisti 7 vezes no cinema - o auge da paixão pela saga.

    ResponderExcluir
  13. Sem dúvidas, um dos melhores da série.

    Bjs,
    www.acervodemiss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Achei esse filme o mais macabro (dos que vi). Pelos mistérios e pá. Não posso dizer nada do livro. Mas o que mais gostei foi da fenix (que se não me engano está neste filme e tem papel fundamental). Linda e fascinante!

    ResponderExcluir
  15. Esse é realmente um dos filmes que está no meu top 3. Principalmente pela parte inesquecível: "Por que tinha que ser aranhas? Não podia ser sigam as borboletas?"

    ResponderExcluir
  16. Essa segunda aventura me deixou impressionada com a habilidade da autora em criar o cenário de ligar as coisas o que mais me impressionou foi que ela revelou a história da "Murta que Geme". Amei do início ao fim.

    ResponderExcluir
  17. Um dos livros que li na infância, ficava pensando em ir pra escola num carro voador também!! O Rony vomitando lesmas e reclamando de seguir as aranhas é bastante legal. Hermione como sempre indo a biblioteca e matando a charada da vez, basilisco essa é a resposta!
    O que falar do Harry, ele mais uma vez consegue vencer Aquele-que- não-deve-ser-nomeado

    ResponderExcluir
  18. Muito massa esse livro,

    ele traz aquela alegria de reunir os amigos novamente e aquele mistério: quem abriu a câmara, é muito emocionante esse livro

    to participando do concurso e divulgando pra cada pessoa o seu blog e eles dizem que é muito "maneiro"

    ResponderExcluir
  19. Na minha humilde opinião: o melhor livro da saga, no final, vai dando aquele friozinho gostoso na barriga... Muito massa!

    ResponderExcluir
  20. Sua resenha é muito boa e a escrita está excelente, os spoilers não contam porque mesmo quem não leu o livro já assistiu ao filme e sabe de cor tudo, como eu, mas o livro deve ser sensacional como o filme.Espero em breve ler os livros!abraços!! =)

    ResponderExcluir
  21. Perfeição.
    Esses dias estava revendo todos os filmes de Hp e me lembrando de quando li este. Amo os três primeiros volumes por conta da inocência que ainda existe, querendo ou não. A vida na escola é o mais importante... as aulas, os desafios... depois isso vai ficando em segundo plano.

    ResponderExcluir
  22. Adoro todos os livros da saga, pretendo reler. Já assisti todos os filmes e sempre que tenho saudade assisto novamente!

    ResponderExcluir
  23. Foi o único livro da saga que li e quero muito a continuação, guardando dinheiro para poder comprar esta saga maravilhosa e ter ela na minha estante!!

    ResponderExcluir
  24. Como falei na resenha do 1º livro, relutei pra comprar a coleção, mas estou amando o livro, o 1º foi perfeito e o segundo também estar sendo, achei todos os dois filmes bem fiel aos livros, por incrível que pareça não costumo gostar dos filmes, com algumas exceção e HP é um deles.

    ResponderExcluir

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS ANTIGAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS